segunda-feira, 27 de junho de 2011

JUNIORES SÃO CAMPEÕES NACIONAIS INVICTOS



A equipa júnior do FC Porto venceu este domingo o Benfica, por 7-3, e sagrou-se campeã nacional de juniores, em Castro Verde. Ao longo de todo o campeonato, os Dragões só somaram triunfos. Rafa (três), Henrique Magalhães (dois), Tomás Castanheira e João Souto apontaram os golos azuis e brancos.

Confira os resultados da “final four” dos campeonatos nacionais de juniores e iniciados, disputada este fim-de-semana, em Castro Verde, no Alentejo.

Campeonato nacional de juniores

Sábado
Meia-final
FC Porto-Alenquer e Benfica, 3-2 (decisão por “golo de ouro”)
(Rafa, Telmo e Tomás Castanheira)

Domingo
Final
FC Porto-Benfica, 7-3
(Rafa (3), Henrique Magalhães (3), Tomás Castanheira e João Souto)

Campeonato nacional de iniciados

Sábado
Meia-final
FC Porto-Benfica, 2-3
(Álvaro Morais e Luís Melo)

Domingo
Jogo de atribuição de terceiro e quarto lugares
FC Porto-Stuart Carvalhais, 3-4
(Álvaro Morais, 2; Diogo Seixas)

segunda-feira, 20 de junho de 2011

COMUNICADO

Este blog ficará inactivo durante tempo indeterminado devido à transferência de André Villas - Boas, Beto, Kieszek e às possíveis saídas de Falcao, Moutinho e Hulk. Uma equipa não é isto. Agradeço a todos os leitores a sua visita e espero em breve poder retornar ao blog.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

CAMPEÃO COM FIBRA



Venceu o melhor; por 10 pontos (86-76), margem de sobra, mesmo sendo a mais curta da final entre os jogos disputados no Dragão e, ao mesmo tempo, mais ampla do que qualquer diferença conseguida pelo Benfica na Luz, o que diz bem da superioridade portista e atenua a carga de um suposto equilíbrio transferido pela realização do sétimo encontro. O FC Porto Ferpinta volta a ser campeão, somando o 11.º título, que lhe escapava desde 2004.


O desempenho defensivo, que explica uma boa parte do êxito portista e lhe serve de imagem de marca, produziu a primeira diferença entre os pretendentes e a dificuldade crescente do adversário, que aos primeiros minutos do período inicial esgotava, por duas vezes, o tempo de ataque sem lançamento. No outro extremo do terreno, Sean Ogirri alargava a distância, gerindo velocidades e seleccionando, com precisão cirúrgica, o momento para o “tiro” exterior.

Galopante, a vantagem depressa superou a barreira da dezena, que, entre várias oscilações, sofreu redução significativa nos segundos finais do primeiro período e na aproximação ao intervalo. Nada, no entanto, que pudesse travar a determinação de uma equipa superior e especialmente ágil na forma como baralhou marcações, com Stempin a atrair a oposição de dois adversários e a abrir caminho para o afundanço de Terrell, num movimento que conheceria repetição, em articulações inesperadas e brilhantes.



O empate a 26 serviu apenas de estímulo para os Dragões, que chegaram a dispor de uma vantagem de 17 pontos (64-47), já no terceiro quarto, altura em que Greg Stempin, provavelmente o melhor jogador da Liga, reassumiu a condição de elemento preponderante da estratégia portista, ao somar 10 dos 23 pontos da equipa.

Embalado por um ambiente fantástico, o FC Porto Ferpinta resistiu à exclusão de Julian Terrell, que acumulou a quinta falta com pouco menos de três minutos para jogar e a duas anti-desportivas, que não bastaram para recuperar a dúvida sobre a identidade do vencedor, já com contornos definidos a azul e branco. Na verdade, a equipa de Moncho López só esteve em desvantagem por uma vez: na conversão do primeiro lance livre da partida.

Com 25 pontos (9 em 9 lançamentos livres), 4 ressaltos, 2 assistências e 3 roubos de bola, o norte-americano Sean Ogirri distinguiu-se como o jogador mais valioso do sétimo e decisivo jogo de uma série que só teve MVP portistas (Greg Stempin, por três vezes, Sean Ogirri e Julian Terrell, ambos por duas), o que ajuda também a explicar a superioridade inequívoca de uma equipa que nunca perdeu no Dragão e só conheceu a derrota em Coimbra, na fase regular, e na Luz, na final dos playoffs. Está bem entregue o título. Venceu o melhor.



FICHA DE JOGO

III Campeonato da LPB, playoffs, final, jogo 7
2 de Junho de 2011
Dragão Caixa, no Porto
Assistência: 2.183 espectadores

Árbitro principal: Fernando Rocha (Porto)
Árbitros auxiliares: Luís Lopes (Porto) e Pedro Coelho (Lisboa)

FC PORTO FERPINTA (86):Sean Ogirri (25), Carlos Andrade (8), Nuno Marçal (7), Greg Stempin (20) e Julian Terrell (11); Diogo Correia (6), João Soares (0), Pedro Catarino (2), Miguel Miranda (2), David Gomes (0), José Costa (0), Nuno Marçal (7), João Santos (5)
Treinador: Moncho López

BENFICA (76): Miguel Minhava (5), Ben Reed (14), Sérgio Ramos (11), Heshimu Evans (16) e Gregory Jenkins (2); Elvis Évora (7), António Tavares (5), Diogo Carreira (0), Marquin Chandler (16)
Treinador: Henrique Vieira

Ao intervalo: 43-38
Por períodos: 21-17, 22-21, 23-17 e 20-21

Jogo 1
13 de Maio de 2011
FC Porto Ferpinta-Benfica, 95-69
MVP: Greg Stempin (FC Porto Ferpinta)

Jogo 2
15 de Maio de 2011
FC Porto Ferpinta-Benfica, 93-60
MVP: Julian Terrell (FC Porto Ferpinta)

Jogo 3
20 de Maio de 2011
Benfica-FC Porto Ferpinta, 86-79
MVP: Sean Ogirri (FC Porto Ferpinta)

Jogo 4
22 de Maio de 2011
Benfica-FC Porto Ferpinta, 79-75
MVP: Greg Stempin (FC Porto Ferpinta)

Jogo 5
26 de Maio de 2011
FC Porto Ferpinta-Benfica, 91-79
MVP: Julian Terrell (FC Porto Ferpinta)

Jogo 6
29 de Maio de 2011
Benfica-FC Porto Ferpinta, 85-79
MVP: Greg Stempin (FC Porto Ferpinta)

Jogo 7
2 de Junho de 2011
FC Porto Ferpinta-Benfica, 86-76
MVP: Sean Ogirri (FC Porto Ferpinta)

FC Porto Campeão Andebol



O FC Porto sagrou-se este sábado campeão nacional de andebol, após triunfo sobre o Águas Santas, por 33-29.



Este é o 16.º título nacional da história do FC Porto, que fica a somente um troféu de igualar o Sporting.

Numa partida onde os dragões venciam por 19-11 ao intervalo, o melhor marcador da formação orientada por Ljubomir Obradovic foi Dário Andrade, com 8 golos.



No outro encontro realizado este sábado, ABC venceu o Benfica por 21-20.

O Sporting só entra em ação no domingo, frente ao Madeira SAD.

"DECA" SOBRE AZUL



O decacampeonato já mora no Dragão. O FC Porto Império Bonança venceu este sábado a Oliveirense, por 5-1, e assegurou a conquista do décimo título nacional consecutivo, um efeito inédito entre as modalidades colectivas de maior expressão em Portugal. A vitoria completa ainda o “pleno” portista nas modalidades colectivas. Foi verdadeiro ouro sobre azul numa fantástica época desportiva.


Os Dragões, que partiram para a última ronda em igualdade pontual com o Benfica (79 pontos), sabiam que uma vitória lhes garantiria o título, devido aos dois triunfos nos confrontos directos. Com o pavilhão cheio de adeptos entusiastas, os azuis e brancos assumiram a iniciativa do jogo e não deram hipótese ao adversário. Pedro Gil “bisou” e os restantes golos foram apontados por Reinaldo Ventura, Pedro Moreira e Gonçalo Suíssas.

A primeira parte acabou por ser bastante táctica, com a Oliveirense a apresentar-se bastante fechada na sua defesa e a explorar o contra-ataque, método através do qual conseguiu alguns lances de perigo. O guardião forasteiro, Domingos Pinho, também se exibiu a grande nível e acabou por ser o principal responsável pelo facto do FC Porto apenas ter chegado à vantagem no final da primeira parte. Aos 10 minutos, o guarda-redes defendeu mesmo um livre directo de Reinaldo Ventura, a punir falta sobre Pedro Gil.

Os portistas chegaram então á vantagem aos 23 minutos, na sequência de um penalti de Reinaldo Ventura, depois de André Azevedo ter visto o seu stick preso na área de grande penalidade. Ainda antes do intervalo, o goleador azul e branco dispôs de outro penalti, que não conseguiu converter.

A segunda parte principiou de feição para o FC Porto: Reinaldo Ventura assistiu Pedro Moreira, que, na cara do golo, não desperdiçou, aos 27 minutos. No instante seguinte, Tó Neves reduziu para 2-1, com um desvio subtil. Os Dragões reagiram bem ao golo sofrido e dispuseram de várias oportunidades para ampliar a vantagem, nomeadamente por intermédio de Gonçalo Suíssas. E o avançado acabaria mesmo por marcar, aos 32 minutos.

Já cheirava a “deca”, mas ainda houve tempo para engordar o marcador. Pedro Gil “bisou”, primeiro na marcação de um livre directo a punir a 10.ª falta da Oliveirense e depois na recarga a um remate ao poste. Após o apito final, havia duas mãos cheias de razões para festejar e o grupo portista não perdeu a oportunidade de extravasar a sua alegria por um feito notável, ainda para mais quando se tratou de um campeonato disputado até ao fim.

Talvez convenha aqui recordar a extraordinária recuperação conseguida no rinque do Candelária, onde o FC Porto perdia por 3-1 a menos de dois minutos do final. A vitória por 4-3, nesse encontro da 22.ª jornada, acabou por ser decisiva e mostra a grande alma desta equipa.

FICHA DE JOGO

FC Porto Império Bonança-Oliveirense, 5-1
Campeonato nacional, 30.ª jornada
4 de Junho de 2011
Pavilhão Dragão Caixa, no Porto
Assistência: 2.162 espectadores

Árbitros: Luís Peixoto (Lisboa), Joaquim Carpelho (Setúbal) e Luís Barbosa (Setúbal)

FC PORTO: Edo Bosch (g.r.), André Azevedo, Reinaldo Ventura, Pedro Gil e Pedro Moreira
Jogaram ainda: Filipe Santos «cap.», Emanuel Garcia e Gonçalo Suíssas
Treinador: Franklim Pais

OLIVEIRENSE: Domingos Pinho (g.r.), Nuno Resende, Tó Neves, Diogo Silva «cap.» e Tó Silva
Jogaram ainda: Tiago Santos, Nuno Araújo, Nelson Pereira, Francisco Silva e Diogo Almeida (g.r.)
Treinador: Tó Neves

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Reinaldo Ventura (23m, g.p.), Pedro Moreira (27m), Tó Neves (28m), Gonçalo Suíssas (32m) e Pedro Gil (38m e 44m)
Disciplina: cartão azul a Tiago Santos (10m)

segunda-feira, 30 de maio de 2011

INICIADOS SAGRAM-SE CAMPEÕES NACIONAIS

O FC Porto sagrou-se na manhã deste domingo campeão nacional de iniciados, depois de ir vencer o Sporting de Braga por 1-0 na penúltima jornada da fase final. Com este resultado, o FC Porto tem quatro pontos de vantagem sobre o Sporting, que recebe no próximo sábado, numa jornada de consagração.



Não foi fácil a vitória dos Sub 15 do FC Porto, que precisavam de vencer para assegurar desde já o título de campeões nacionais, tendo Kléber apontado o golo da vitória a um minuto do final, com um remate de fora da área que valeu um título.

Antes, o FC Porto dispôs de várias oportunidades, uma deles com a bola bater no poste, enquanto o Braga foi sempre uma equipa perigosa nos lances de contra-ataque.

Esta foi a primeira derrota da época do Braga em casa, o que diz bem da dificuldade dos jovens Dragões, que acreditaram até ao fim, conseguindo a vitória sob a meta.



O treinador José Tavares destacou, no final, o processo de formação destes jogadores, que não desperdiçaram a oportunidade de vencer o campeonato: “Estamos a trabalhar com miúdos de 15 anos, que estão em processo de formação desde que chegaram ao FC Porto. Tivemos a oportunidade de vencer e não a desperdiçamos, mas o mais importante é fazer estes jogadores evoluírem, continuarem a crescer. O nosso objectivo desde o início da época que era o título, mas sempre a ajudar estes jogadores a melhorarem, porque nesta equipa há muita qualidade”.

FC Porto: João Costa, Emanuel Alves (Joel, aos 36m), André Gomes, João Cunha, Raul, Barbosa (Luís Peixoto, aos 53m), Ruben Macedo, Kleber, Tiago Garcia (Fábio Miranda, aos 55m), Tomás Mota e Luís Mata (Sérgio Ribeiro, aos 36m).

Classificação após cinco jornadas

FC Porto, 12 pontos – campeão nacional
Sporting, 8
Braga, 4
Benfica, 4

domingo, 22 de maio de 2011

FC Porto Conquista a Taça de Portugal



James Rodríguez faz três golos, dragões conquistam a prova pela 16ª vez no seu historial
Por Redacção com PJC

O F.C. Porto conquistou a 16ª Taça de Portugal do seu historial, ao golear o V. Guimarães por 2-6 no Estádio do Jamor. Depois da Supertaça, campeonato nacional e Liga Europa, os dragões chegam ao quarto troféu da temporada. Uma época de sonho.

James Rodríguez, autor de três golos, foi o homem do jogo. Hulk, Silvestre Varela e Rolando também marcaram para a equipa de André Villas-Boas. Pelo V. Guimarães, Alvaro Pereira (autogolo) e Edgar fizeram os golos. O ponta-de-lança brasileiro desperdiçou uma grande penalidade em cima do intervalo, quando o marcador estava em 2-4.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Liceo elimina FC Porto nas "meias" da Liga Europeia



O FC Porto foi derrotado pelo Liceo da Corunha (4-5 após grandes penalidades), nas meias-finais da Liga Europeia de hóquei em patins, cuja final a 8 está a decorrer em Andorra. Os espanhóis vão assim disputar o título com os compatriotas do Réus, que eliminaram o Candelária.

Os espanhóis protagonizaram um excelente arranque e chegaram ao intervalo a vencer por 3-1, mercê dos golos de Ricardo Barreiros, Jordi Bargalló e Josep Lamas. Reinaldo Ventura marcou para os dragões.

Depois, foi a vez da recuperação portista, com mais um tento de Reinaldo Ventura e outro de Gonçalo Suissas.

Com 3-3 no marcador, o encontro seguiu para prolongamento, onde não houve qualquer golo e foi necessário o desempate por penáltis. Aqui, apenas Pedro Gil marcou para os dragões, com Sergio Miras e Josep Lamas a faturarem para os espanhóis. Pedro Moreira falhou o último penálti para o FC Porto.

FC Porto vence Barcelona (4-3)



DRAGÕES NAS "MEIAS" DA LIGA EUROPEIA

O FC Porto alcançou esta quinta-feira uma histórica vitória frente ao Barcelona (4-3), e apurou-se para as meias-finais da Liga Europeia, numa partida que só foi decidida no golo de ouro.

Na primeira parte, a formação catalã mostrou superioridade e foi para o intervalo a vencer por 1-0.

Na segunda parte chegou a reação dos campeões nacionais, que chegaram ao golo do empate já perto do final.

No prolongamento, o FC Porto foi mais feliz e Pedro Gil foi o herói da partida, ao apontar o golo decisivo que coloca os portuguesas nas "meias" da Liga Europeia.

No jogo das meias-finais, os dragões vão defrontar os espanhóis do Liceo, na sexta-feira.

Recorde-se que o Candelária também vai marcar presença nas "meias" desta competição. Os açorianos vão defrontar os espanhóis o Reus (sexta-feira).

Record

PS: Vi em directo na RTP2, foi um bom jogo...

Festa nos Aliados


Batiam as 17h55, em Pedras Rubras, quando o avião abriu a porta para deixar sair o capitão Helton, que saudou os pouco mais de meio milhar de adeptos que foi receber os jogadores. Só 40 minutos depois o autocarro viria a deixar o aeroporto em direcção aos Aliados. Problemas mecânicos levaram a várias paragens pelo caminho e acabaram por levar à substituição do veículo, improvisando-se a decoração, mas sem perder o espírito festivo e as garrafas de cinco litros de cerveja que haviam de "regar" o povo na hora da festa.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Dragões já Aterraram



Por Redacção

O avião que transportou a comitiva do FC Porto desde Dublin acabou de aterrar no aeroporto de Sá carneio, onde se encontram milhares de adeptos à espera de saudar os novos heróis.

Volvidos poucos minutos após a aterragem, a porta do avião abriu e logo surgiu Helton elevando a taça na direcção aos adeptos.

Na pista estava já o autocarro panorâmico, que vai agora transportar a comitiva rumo à Avenida dos Aliados.

DE GENK A DUBLIN



A conquista da Europa demorou nove meses, desde Genk, na Bélgica, até Dublin, na Irlanda. O FC Porto efectuou 17 jogos e marcou 44 golos, sofrendo apenas 16. Ganhou 14 jogos, empatou um e perdeu somente dois, um dos quais frente ao Villarreal, no encontro em que garantiu o apuramento para a final.
HEHEHEHE! E eu não perdi um!

F.C. Porto conquista a Liga Europa



Os portistas venceram a Liga Europa, depois de derrotar o Sp. Braga. Falcao marcou o único golo da partida.
Por Redacção

O F.C. Porto venceu a Liga Europa. Um golo de Falcao rendeu o troféu aos portistas, que defrontaram o Sp. Braga, em Dublin. Com a vitória sobre os bracarenses os dragões repetem o feito de 2002/03 ¿ embora, na altura, a competição se chamasse Taça UEFA.

Os dragões aproveitaram bem um erro de Albert Rodríguez. Guarín interceptou a bola e cruzou para a «cabeçada» certeira de Falcao. O colombiano fez balançar as redes aos 44 minutos.

O número 9 reforçou o estatuto de melhor marcador de sempre da Taça UEFA/Liga Europa ao apontar o golo 17 nesta edição (mais um na pré-eliminatória).

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Trinta e Dois Voos Previstos Entre o Porto e Dublin



ATÉ AO FINAL DA MANHÃ

A ANA - Aeroportos de Portugal tem esta quarta-feira 32 voos previstos entre Porto e Dublin, palco da final da Liga Europa entre o FC Porto e o Sporting de Braga, revela a empresa no seu site.

A primeira final de uma competição europeia entre duas equipas portuguesas realiza-se a partir das 19 e 45 na Arena de Dublin.

Desses 32 voos previstos, entre as 6 e 15 e as 11 e 45, dois foram cancelados.

A Agência Lusa tentou contactar a ANA para determinar o motivo dos cancelamentos, mas até ao momento não obteve resposta.

Na terça-feira já se tinha registado um ligeiro aumento do número de voos em relação ao normal, com a realização de sete ligações entre o Porto e Dublin, e para quinta-feira estão previstos apenas dois voos.

domingo, 15 de maio de 2011

Próximo Jogo

KO AO PRIMEIRO ASSALTO



A diferença diz quase tudo: 26 pontos é vantagem suficientemente ampla para dispensar análises profundas e argumentação intensa, sublinhando, de passagem, a entrada brilhante dos azuis e brancos na final (95-69), onde redescobriu, frente ao Benfica, uma multiplicidade de mecanismos e soluções. Os playoffs regressam ao Dragão no domingo e o objectivo é claro: fazer o 2-0.

Melhores Momentos (e muitos recordes...) !



Uma temporada de exigência máxima, com a equipa a apresentar sempre um rendimento altíssimo na Liga Europa e na Taça de Portugal, competições que irá jogar as finais na próxima semana, nem isso impediu o FC Porto de abrandar o ritmo no campeonato e conseguir a façanha de ser campeão sem derrotas e com 21 pontos sobre o segundo classificado, a maior vantagem de sempre na história dos campeonatos.

1) O F.C. Porto venceu esta noite o Marítimo por 2-0 e tornou-se a segunda equipa na história da Liga portuguesa a conquistar o campeonato sem perder qualquer jogo. FC Porto de André Villas Boas igualou Benficas de Jimmy Hagan (1972/73) e de John Mortimore (1977/78). Sem derrotas ao fim de 30 jogos de campeonato, é obra.

2) O FC Porto acaba a temporada com 21 pontos de avanço sobre o Benfica, 2.º classificado. Quer dizer, grosso modo, que os 63 pontos que os encarnados somaram no final das 30 jornadas tinham os portistas à 23.ª. É a maior vantagem de todos os tempos.

3) Há 72 anos que o FC Porto não terminava o campeonato com jogadores nas duas primeiras posições da lista de melhores marcadores. Hulk e Falcao igualam a marca alcançada por Costuras e Carlos Nunes, na época 1938/39.

4) Repetiu uma marca de sete décadas, 39 jogos a marcar na Liga.
É mesmo preciso ir à primeira metade do século passado, ao período da II Guerra Mundial, para encontrar o máximo histórico em questão no seu clube, 39 jogos sempre a marcar no campeonato. Olhando lá para o fundo do fundo da história dos campeonatos em Portugal, essa busca no sótão mostra-nos, então, que na história dos campeonatos, o melhor que o dragão (não era dragão nesses tempos) fez foram 39 encontros a marcar sempre na liga interna principal, proeza envolvendo três nomes de peso - Mihaily Siska, Lippo Herczka, Joseph Szabo - e um lapso temporal de 525 dias.

5) No campeonato registou o melhor ataque e a melhor defesa. O FC Porto foi, também, a única equipa a marcar golos em todos os jogos do campeonato e a derrotar todas as equipas.

6) Villas-Boas é o terceiro mais jovem campeão por escassos dias. Villas-Boas venceu o clássico de domingo e estabeleceu um registo difícil de igualar: tornou-se campeão com 33 anos. O treinador do F.C. Porto não garantiu porém o primeiro lugar entre os campeões mais jovens do futebol português. Essa distinção continua a pertencer a Mihaly Siska.

7) Com a presença na final da Liga Europa, André Villas-Boas começa a espreitar um novo recorde. O líder do plantel do F.C. Porto pode tornar-se o mais jovem técnico a vencer uma competição europeia (Taça/Liga dos Campeões, Taça UEFA/Liga Europa ou Taça das Taças) se derrotar o Sp. Braga, em Dublin. O português é já o terceiro finalista mais jovem de sempre.

8) O Porto goleou o Benfica no Estádio do Dragão por 5-0. Falcao e Hulk, ambos com dois golos, e Varela, foram os autores nesta noite de sonho para André Villas-Boas. Nunca antes a formação azul e branca tinha derrotado as "águias" por 5-0.

9) O FC Porto venceu pela primeira vez um jogo para a Taça de Portugal de futebol no terreno do Benfica em eliminatórias a duas "mãos" e conseguiu uma reviravolta inédita, depois de perder em casa. Foi a primeira vez que os Dragões inverteram uma eliminatória na Luz.

10) Com o fantástico póquer alcançado frente ao Villarreal, Radamel Falcão tornou-se o melhor marcador de sempre do FC Porto nas competições europeias. El Tigre soma agora 20 tentos, mais um que a dupla Fernando Gomes/Mário Jardel.

11) Aliás, o atacante portista é mesmo o melhor marcador de sempre da prova, em apenas uma edição. O sul-americano ultrapassou Oscar Cardozo, que apontou 10 em 2009/10 e leva 4 na actual.

12) Outro recorde diz respeito aos golos sofridos pelo FC Porto, na qualidade de visitante. Alguém, por acaso, já reparou que, nos jogos até agora disputados para o Campeonato, fora do Dragão, o FC Porto apenas sofreu cinco?

13) O FC Porto sofreu apenas 16 golos na caminhada para o título. O ataque foi decisivo na conquista do título português de futebol por parte do FC Porto, mas a sua estrutura defensiva foi igualmente crucial na campanha praticamente imaculada dos novos campeões. Esta época, o Benfica, segundo classificado, sofreu 31 golos. A difrença já é "alguma" coisa.

14) Em 30 jornadas, o FC Porto conseguiu manter as suas redes invioladas em 19 ocasiões e apenas em quatro jogos sofreu mais do que um golo.

15)Hulk e Falcao apontaram 53,4 por cento dos golos portistas.

16) Hulk é o mais caro da história: Porto gasta 19 milhões.

17) Também foi a primeira vez que o Porto ganhou três vezes consecutivas a Taça de Portugal.

18)A época 2010/2011 marcou o ano em que o FC Porto ultrapassou o SL Benfica e se tornou no clube com mais troféus oficiais de Portugal.

19) Ao longo da sua caminhada europeia, o Porto eliminou adversários de peso como o Villarreal CF, chegando a golear os espanhóis por 5-1, numa partida memorável em que esteve a perder por 0-1 ao intervalo.

20) Durante toda a temporada o FC Porto apenas foi derrotado apenas 4 vezes.

21)O Porto terminou o campeonato sem derrotas, apenas cedendo três empates contra equipas diferentes, batendo, assim, todos os seus adversários no campeonato.

E muito mais...

Marta Marinho

terça-feira, 10 de maio de 2011

A Noite dos Campeões



Um estádio, dois troféus, três títulos. A noite de consagração reservou espaço para os Sub19 e para o andebol, revelando, pelo meio, e glorificando, no final, o novo troféu de campeão, entre uma cascata de fogo preso e uma chuva de confétis, que o vencedor da Liga quer prolongar noutras conquistas.

Há um lugar invulgar e quase mágico, algures entre a extremidade norte do pavilhão e a orla poente do estádio, onde só dá campeões. À direita, à esquerda, ou ao centro, a concentração de vencedores por metro quadrado assume proporções raras e surpreendentes, numa tendência de crescimento que ameaça atingir níveis históricos em menos de um mês.

sábado, 7 de maio de 2011

FC Porto Sagra-se Campeão Nacional



O FC Porto confirmou este sábado a conquista do 16.ª título nacional, o terceiro consecutivo, com uma vitória 33-29 na visita ao Águas Santas.

A precisar de apenas uma vitória nas derradeiras três jornadas, os bicampeões foram determinados e consistentes a resolver já o problema, impondo-se de forma categórica.

O ponta esquerda Dário Andrade foi o motor da eficácia "azul e branca", autor de oito golos no primeiro tempo, seis em contra-ataque, com os quais os dragões tinham o jogo resolvido ao intervalo: 19-11.

Com uma defesa agressiva e coesa, o FC Porto revelava-se intransponível e provocava erros sucessivos aos maiatos, recuperando muitas bolas que eram concluídas em bem sucedidos contra-ataques.

O primeiro desconto de tempo foi pedido aos 8.27 minutos com o resultado em 8-2, após o 4-0 inicial dos forasteiros.

O Águas Santas, sexto e último do grupo A, ia respondendo como podia, encontrando, a espaços, brechas nas quais ía tentando manter-se em jogo: ao intervalo, os portistas já sentiam a festa, que se fazia antecipadamente nas bancadas.

Com o desafio controlado e com oito golos de vantagem, os pupilos de Obradovic surgiram mais relaxados e com ritmo de treino, permitindo a recuperação adversária.

Depois de 11 golos alternados, o Águas Santas começou a acreditar e chegou a reduzir para 22-26, a 15 minutos do fim.

Ainda assim, os portistas mantiveram a vantagem com serenidade e triunfaram por 33-29.

Este é o 16.º título nacional da história do FC Porto, que fica a somente um troféu de igualar o Sporting.

Villarreal-FC Porto: dragões perdem mas passam



O FC Porto carimbou a passagem para Dublin, que tinha reservado a semana passada, apesar de ter perdido (3-2) em Villarreal na segunda mão da meia-final da Liga Europa. A seu lado vai estar o sensacional Sp. Braga.

terça-feira, 3 de maio de 2011

"Fica-me linda, não?" Que bem que está!"



Iturbe chega ao Porto a tempo do arranque da próxima temporada, mas não viaja sozinho. "Vou viajar com toda a minha família, os meus pais e os meus irmãos", explica. "Hoje tenho a sorte de poder estar outra vez com eles. Escolhi estar perto da família e por isso voltei ao Paraguai, onde estavam todos instalados. Com eles ao meu lado sentia-me mais confortável e por isso em Julho vou levá-los para Portugal." Mas nem só a família servirá de suporte a Iturbe durante a fase de adaptação a Portugal e ao futebol europeu, até porque não faltam jogadores sul-americanos no plantel do FC Porto. "Ainda não tive a sorte de conhecê-los", sublinha o jogador. "O único com quem tive um contacto foi com o Nico Otamendi, com quem viajei para o Mundial da África do Sul. Mas vou ter tempo para isso. Para já, estou concentrado no Cerro Porteño e quero despedir-me daqui da melhor maneira possível."

FC Porto terceiro no ranking IFFHS, atrás de Barcelona e Real Madrid


O FC Porto subiu ao terceiro lugar do ranking da Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), apenas atrás dos colossos espanhóis do Barcelona e Real Madrid.

Os “dragões”, que subiram da quarta para a terceira posição, estão muito perto de conseguir o apuramento para a final da Liga Europa, a 18 de Maio em Dublin, depois de terem goleado os espanhóis do Villarreal, no Estádio do Dragão, na primeira mão da meia-final da competição, por 5-1.

O Barcelona, que venceu o rival Real Madrid em pleno Santiago Bernabéu no primeiro jogo das meias-finais da Liga dos Campeões (2-0), destronou o ainda campeão europeu em título, o Inter de Milão, no topo da tabela.

Os catalães são agora os líderes, seguidos do Real Madrid e do FC Porto. O Manchester United, outro semi-finalista da Champions – derrotou na primeira mão o Schalke 04 (2-0) – subiu ao quarto lugar, e o Inter caiu para a quinta posição.

O Sporting de Braga, que discute com o Benfica o apuramento para a final da Liga Europa, depois de uma derrota por 2-1 na Luz, é a segunda equipa portuguesa mais bem cotada, mas ainda na longínqua 37.ª posição. Os bracarenses subiram quatro lugares e o Benfica subiu um, ocupando agora o 41.º posto.

Ranking de clubes da IFFHS (01 de Maio de 2010 a 01 de Maio de 2011)
1. (2) Barcelona, Esp, 300,0 pontos.
2. (3) Real Madrid, Esp, 298,0.
3. (4) FC Porto, POR, 278,0.
4. (6) Manchester United, Ing, 269,0.
5. (1) Inter Milão, Ita, 250,0.
6. (5) Internacional Porto Alegre, Bra, 238,0.
7. (10) Villarreal, Esp, 236,0.
8. (12) Manchester City, Ing, 228,0.
9. (8) Zenit, Rus, 217,5.
10. (14) Paris Saint-Germain, Fra, 216,0.
...
37. (41) Sporting de Braga, POR, 177,0.
41. (42) Benfica, POR, 171,5.
64. (63) Sporting, POR, 145,5.
174.(167) Marítimo, POR, 91,5.

Texto: LUSA
Imagem:Miguel Vidal

FALCAO LIDERA LISTA DE GOLEADORES DA IFFHS




Radamel Falcao é o melhor goleador do mundo nos primeiros quatro meses de 2011, de acordo com a classificação divulgada esta segunda-feira pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS) com sede na Alemanha. O colombiano soma um golo pela sua selecção e oito em competições internacionais ao serviço dos Dragões.

A marca de nove tentos permite-lhe liderar a classificação, à frente de Giuseppe Rossi (Villarreal e Itália), Wallyson (Cruzeiro e Brasil) e Roberto Nanni (Cerro Porteño e Argentina), todos com sete.

V. Setúbal-F.C. Porto, 0-4 (ficha)


Aí vão 26 vitórias
Por Redacção com RG

O F.C. Porto soma e segue com mais um triunfo, desta vez no Bonfim, frente ao V. Setúbal (3-0), em jogo da 28ª jornada. A equipa de Villas Boas, com a 26ª vitória, segue com o objectivo de chegar ao final da liga sem derrotas, enquanto os sadinos, antes da visita a Alvalade, continuam a precisar de um ponto para garantir a permanência.

Uma vitória que começou a desenhar-se aos 11 minutos com um autogolo de Valdomiro, na sequência de um cruzamento de James Rodríguez. Otamendi aumentou a vantagem no final da primeira parte, com uma cabeçada a cruzamento de James. O mesmo James voltou a aparecer no terceiro golo, aos 57 minutos, com uma assistência para Walter. Já em tempo de descontos, Varela fechou o resultado em 4-0. Pelo meio, Cláudio Pitbull desperdiçou uma grande penalidade, permitindo a defesa de Beto.

FC Porto (5) vs Villarreal CF (1)


O F.C. Porto não fez uma boa primeira parte, saiu para o intervalo a perder por 1-0 e até podia ser por mais, o Villarreal criou três ou quatro ocasiões de golo, mas voltou dos balneários reforçado, impositivo e opressor.
Desfez um senhor adversário. O que é caso para dizer que abrandou ao sinal amarelo mas não parou: fantástica segunda parte a atropelar um Villarreal que em menos de vinte minutos se desfez em cacos. Nessa altura não era bem o submarino temível: era uma espécie de submersível. Deu até para brincar.

A vitória passou muito pelos pés de dois colombianos: Guarín deu o grito de revolta, Falcao transformou as palavras em acções. O avançado fez quatro golos, praticamente que se impôs como melhor marcador da Liga Europa e ultrapassou Jardel como melhor marcador de sempre nas provas europeias.
Nos últimos três jogos para a Liga Europa, Falcao somou oito golos. Incrível. Melhor só mesmo o F.C. Porto, que pela terceira vez consecutiva na prova chegou à mão-cheia de golos. Cinco, mais cinco, mais cinco. É uma demonstração de força enorme. Pelo caminho a viagem a Villarreal ficou mais fácil.

terça-feira, 26 de abril de 2011

VILLARREAL CHEGA AO PORTO ESTA QUARTA-FEIRA



O Villarreal, adversário do FC Porto nas meias-finais da UEFA Europa League, chega a Portugal esta quarta-feira. A comitiva espanhola é aguardada no Aeroporto Francisco Sá Carneiro às 12h35, deslocando-se ao final da tarde ao Estádio do Dragão, onde realiza a conferência de imprensa de antevisão da partida (18h30) e o treino de adaptação ao relvado (19h00 – aberto 15 minutos à comunicação social).

O jogo entre as duas equipas, referente à primeira mão, está marcado para quinta-feira, às 20h05, no Estádio do Dragão.

Programa do Villarreal:

Quarta-feira, 27 de Abril de 2011
12h35: Chegada prevista ao Porto
Local: Aeroporto Francisco Sá Carneiro
18h30: Conferência de imprensa de antevisão do FC Porto-Villarreal (primeira mão das meias-finais da UEFA Europa League)
19h00: Treino (aberto 15 minutos à comunicação social)
Local: Estádio do Dragão

Quinta-feira, 28 de Abril de 2011
20h05: FC Porto-Villarreal (primeira mão das meias-finais da UEFA Europa League)
Local: Estádio do Dragão

segunda-feira, 25 de abril de 2011

SUB8 VENCEM NO MUNDIALITO



A equipa Sub8 do FC Porto venceu, este sábado, a Taça de Consolação do Mundialito, competição de futebol jovem que decorreu no Algarve. Na final, os pequenos Dragões derrotaram o Almada, por 6-1.

SUB10 VENCEM TORNEIO LAJENSE



A equipa de Sub10 do FC Porto venceu, este domingo, o Torneio Lajense, ao derrotar o Angrense, por 3-1, na final da competição. Ao longo dos três dias de prova, os Dragões já tinham somado por vitórias todos os jogos disputados, batendo, sucessivamente, o São João (5-4), o Lajense A (7-0), o SC Leões (10-3) e o Lajense B (14-0).

SUB12 AFASTADOS PELO INTER EM ESPANHA



Os Sub12 do FC Porto concluíram a sua participação no Torneio Internacional Isla Formentera, em Espanha, este sábado, com uma derrota por 3-1, frente aos italianos do Inter de Milão, a qual afastou os azuis e brancos da fase final da prova, depois de um empate (1-1) com o Valência e de uma vitória (6-0) sobre o Sant Jordi.

SUB13 FORAM TERCEIROS NO TORNEIO DA PONTINHA


A equipa Sub13 do FC Porto concluiu o Torneio da Pontinha na terceira posição, depois de ter vencido, este domingo, o Nacional por 3-1, com golos de Miguel Morais, Miguel Sousa e Leandro.

Durante a manhã, os Dragões tinham falhado o acesso ao jogo de atribuição do primeiro lugar no desempate através da marcação de grandes penalidades, após o empate a um golo verificado no final do tempo regulamentar da partida das meias-finais, frente ao Real Madrid.

domingo, 24 de abril de 2011

Resumo da Operação Torpedo Azul

Missão: Conquistar a Europa;
Nome da Operação: Torpedo Azul (FC Porto);
Objectivo da Operação: Abater o Submarino Amarelo (Villarreal);
Data do Início da Operação: Quinta, 28 de Abril, 20h15;
Precauções: Defesa - Treme constatemente e concede demasiado espaço ao adversário; O guarda redes é pouco eficiente;
Meio Campo - Uma zona bastante perigosa e um pouco dificil de penetrar, é de destacar o perigo ofensivo do meio-campista Wakaso e sobretudo Santi Cazorla;
Ataque - Um pouco desorganizado, mas muito eficaz; O entendimento entre Nilmar e Marco Ruben é bastante complicado pois o segundo não encaixa no estilo de jogo do Villarreal; A grande preocupação do FC Porto é Rossi, o segundo melhor goleador da competição, um quebra - cabeças!;
Resumidamente: Letal a atacar, frágil a defender;
Receita para o Triunfo: "Ataquem à Vontade que a Defesa é Fraca!";

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Villas-Boas: é tudo dele

Esta noite, o FC Porto foi antes de tudo treinador. Depois apareceu o resto. E o resto, pelo menos esta época, já sabíamos que é melhor do que o Benfica.
Luis Sobral
20.Abril.2011

F.C. Porto volta a festejar na Luz

Reviravolta para a Taça garante lugar no Jamor
Por Redacção

O F.C. Porto deu a volta à desvantagem de 2-0 na primeira mão e venceu por 3-1 na Luz, para garantir a presença na final da Taça.

Pouco mais de duas semanas depois de conquistarem o título de campeões em casa do Benfica, os «dragões» voltam a festejar no mesmo cenário. Encontro marcado com o V. Guimarães, no Jamor, e mais um título na mira da equipa orientada por André Villas-Boas

quinta-feira, 14 de abril de 2011

TOP10 do Ranking da UEFA


Se o FC Porto vencer, pode atingir o TOP10 no Ranking da UEFA. Dois pontos pela vitória, mais o ponto de bónus de passagem às meias-finais, a acrescentar ainda 20% do coeficiente do país. Como o José explicou há tempos, cada ponto de uma equipa portuguesa acrescenta ao ranking do FC Porto, 0,04 (1/5*20%) . Só dependendo do FC Porto,com uma vitória , teríamos garantido, 3,12 pontos, o que significava que ultrapassaríamos o AC Milan que é 9º.

“FC Porto pertence à Champions!”


Após a partida, e em declarações à RTP, José Mourinho elogiou as três equipas portuguesas que hoje tentam carimbar os passaportes para as meias-finais da Liga Europa. "Espero que sigam os três em frente", desejou o técnico do Real Madrid, considerando que o FC Porto está alguns degraus acima de Benfica e Braga. "É uma equipa de nível de Champions, é demasiado forte para a Liga Europa"

Mourinho mostrou-se contra a regra da UEFA que permite ao terceiro classificado dos grupos da Liga dos Campeões seguir para a Liga Europa. "Uma equipa não devia jogar duas competições europeias na mesma época. Mas o Braga, com uma carreira espectacular, que na Champions também esteve espectacular, continua ao mesmo nível", elogiou, sendo depois crítico em relação ao Benfica: "Foi eliminado da Champions num grupo onde não o devia ter sido, mas que agora também está bem."
in OJOGO

Claro como a água

O FC Porto chega com distinção às meias-finais da UEFA Europa League, depois de ultrapassar o Spartak de Moscovo nos quartos-de-final mais desnivelados da história da prova. Em Moscovo, que já merece o apelido de cidade talismã, os Dragões venceram por 5-2, colocando os números globais da eliminatória em 10-3.

terça-feira, 12 de abril de 2011

DRAGÕES JÁ ESTÃO NA RÚSSIA


A comitiva do FC Porto já está em Moscovo, onde chegou ao final da tarde desta terça-feira, depois de uma viagem tranquila de cerca de cinco horas. Os Dragões, que foram recebidos por neve e uma temperatura de 0 graus centígrados, defrontam o Spartak na quinta-feira, no Estádio Luzhniki, em jogo da segunda mão dos quartos-de-final da UEFA Europa League.

Amanhã, quarta-feira, os azuis e brancos têm agendada a conferência de imprensa prévia ao encontro, marcada para as 18h30 locais (menos três horas em Portugal Continental), seguida de treino de adaptação à iluminação e ao relvado sintético do Estádio Luzhniki, onde o FC Porto venceu o CSKA a 17 de Março, com um golo de Guarín.

O FC Porto disputa a segunda mão dos quartos-de-final com a ampla vantagem de 5-1, conquistada no jogo do Dragão.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Frases...

"Aquilo que é imortal não pode ser destruído, e o Futebol Clube do Porto, é um clube que teve principio mas nunca terá fim, e como tal, não há ninguém capaz de o destruir. Há uma coisa que daqui nunca levarão. Da cidade do Porto nunca levarão. Do norte nunca levarão, do Futebol Clube do Porto jamais a levarão. É a dignidade. Nós vamos continuar a ganhar, porque nós somos unidos!" (Pinto da Costa)
"O FC Porto vence campeonatos como quem faz compras no supermercado!" (Alex Fergusson)

Beluschi em Risco


Regressando à titularidade, o médio argentino Belluschi saiu do jogo de ontem, com o Portimonense, com dores na coxa direita, quando foi substituído por Guarín, aos 51 minutos.

Suspeita-se de uma lesão muscular e, para já, o jogador está em dúvida para o jogo de quinta-feira com o Spartak de Moscovo, na 2ª mão dos quartos-de-final da Liga Europa.

O FC Porto treina-se a esta hora no Olival, sendo que ainda hoje o médio será reavaliado pelo departamento médico.

Falcao em 1º lugar ... Messi ocupa o 3º


Nem Messi, nem Rolando. O melhor marcador das competiçoes europeias mora no Estadio do Dragao e chama-se Radamel Falcao Garcia Zarate. Com o hat-trick apontado ao Spartak, o colombiano passou a ter 10 golos na Liga Europa, sem contabilizar o golo apontado ao Genk no play-off de acesso a esta prova porque a UEFA so reune dados estatisticos a partir da fase de grupos.

Castigo de Jorge Jesus

André Villas – Boas foi punido por 10 dias ao questionar a decisão de um árbitro. Jorge Jesus foi punido por 11 dias por agredir um jogador. Onze dias é capaz de ser de menos, não? Portugal, é histórico, tem uma linha de brandos costumes que não é de hoje. Somos sempre meigos quando se trata de castigar quem se porta mal. Ao contrário do que se faz lá fora, nas organizações que deveriam ser referência.

Coração com Razão é Coração de Campeão


"Coração com razão" é a nova campanha do FC Porto. Para participar, os utilizadores deverão interagir com a página oficial do FC Porto no facebook e comentar a pergunta: “Qual a razão do teu coração?”. Os vencedores serão anunciados através da pagina oficial do FC Porto no dia 14 de Abril. O prémio é a possibilidade de criar a frase que está por dentro da camisola oficial do FC Porto e substituir no jogo de celebração do titulo aquela que motivou a equipa durante o ano “coração com razão”.
A entrega do prémio será feita no dia 17 de Abril durante a celebração da vitória do FC Porto no Campeonato Nacional de Futebol.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Ranking: sabe qual é a equipa com melhor coeficiente?

Um espanhol e dois ingleses no pódio
Por Redacção

O Real Madrid é a equipa com melhor coeficiente esta temporada nas provas europeias. Os «merengues» somaram 24 mil pontos nos oito jogos realizados na Liga dos Campeões, os mesmos do Shakhtar Donetsk mas partiram para esta época com vantagem suficiente para garantir o primeiro lugar provisório.

Veja o contributo de cada clube português
Ranking UEFA: Portugal tem sexto lugar quase, quase garantido

Manchester United e Chelsea ficam com os restantes lugares do pódio. O Barcelona surge num modesto 6º lugar, quatro posições acima do melhor português, o F.C. Porto. Benfica e Sp. Braga também estão no top 20.

Os 20 melhores da época:

1. Real Madrid (Espanha), 26.957
2. Manchester United (Inglaterra), 26.385
3. Chelsea (Inglaterra), 26.385
4. Shakhtar Donetsk (Ucrânia), 25.950
5. Schalke 04 (Alemanha), 24.966
6. Barcelona (Espanha), 24.957
7. Tottenham (Inglaterra), 24.385
8. Bayern (Alemanha), 23.966
9. Arsenal (Inglaterra), 22.385
10. Inter (Itália), 21.324
11. Valência (Espanha), 20.957
12. F.C. PORTO (PORTUGAL), 20.880
13. Spartak (Rússia), 20.183
14. Marselha (França), 20.150
15. PSV (Holanda), 20.016
16. Lyon, (França) 19.150
17. Villarreal (Espanha), 18.957
18. BENFICA (PORTUGAL), 18.880
19. SP. BRAGA (PORTUGAL), 18.880
20. FC Copenhaga (Dinamarca), 18.340
(...)
33. SPORTING (PORTUGAL), 12.880
72. MARÍTIMO (PORTUGAL), 4.380

CAMPEÃO COM NOTA ARTÍSTICA ELEVADA

O nosso destino constrói-se todos os dias. O FC Porto carimbou esta noite no Estádio da Luz a conquista do 25.º título nacional, com uma exibição fortíssima, sempre melhor do que o adversário, vencendo o Benfica por 2-1, ampliando para 16 pontos a vantagem sobre o segundo classificado.

Foi uma exibição com nota artística e sem discussão, de um campeão que não pode deixar dúvidas a ninguém, apesar de tantas decisões de arbitragem tão discutíveis, sempre em prejuízo do FC Porto. Um clássico.

Mal o árbitro deu início ao jogo o FC Porto arrancou para o ataque, como que a mostrar ao que ia. Um canto conquistado logo nos segundos iniciais era o primeiro sinal de uma equipa que soube impor o seu jogo de posse, de pressão alta, a jogar sempre no meio-campo do adversário.

E a consequência do melhor futebol no relvado traduziu-se no marcador aos nove minutos, quando Guarín entrou pelo lado direito da área e rematou cruzado, com Roberto, igual a si próprio, a não conseguir evitar o primeiro golo.

A vencer, o FC Porto continuou a dominar, a jogar no meio-campo do visitado, mas aos 16 minutos interveio o árbitro Duarte Gomes, assinalando, por indicação do assistente, um penalti ridículo, a castigar uma falta inexistente de Otamendi.

Saviola empatou o marcador, mas não igualou o bom jogo do FC Porto, que voltaria a adiantar-se no marcador aos 27 minutos, quando Hulk transformou com a competência do costume um penalti a castigar um derrube de Roberto a Falcao, que seguia isolado para a baliza. Duarte Gomes ficou-se pelo amarelo, talvez com piedade pelo visitado.

Na segunda parte, o FC Porto continuou a dominar, a criar situações claras de golo, que chegavam e sobravam para golear, e nem mais uma decisão absurda de Duarte Gomes, a mostrar o segundo amarelo a Otamendi num lance em que, mais uma vez, o jogador do FC Porto não cometeu qualquer falta.

Mais uma vez, contra tudo e contra todos, o FC Porto cumpre o seu destino, continua a vencer. Parabéns campeão.

video

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Futebol (ou não) à moda do Estado Novo

“Amanhã (domingo) " é o dia do clássico FCP vs SLB em que tudo se decidirá! Festejaremos meus caros? NÃO!!! E sabem por quê? Porque talvez nem possamos entrar no estádio. Com adereços alusivos à nossa equipa, como os cachecóis, já sabemos que não, os SUPER DRAGÕES também não, e nós, os sócios e adeptos? Pelo andar da carruagem nem isso poderemos fazer. A nossa equipa necessita do nosso apoio, sempre o fizemos (em Sevilha, em Moscovo, em Lisboa (com o scp), em Braga, em Guimarães, na Bélgica...etc). E agora? Não poderemos nós, portistas, apoiar e festejar o título com a nossa equipa? Eles querem desmoralizar a equipa e fazer com que esta perca, mas nós não desistiremos, nunca aceitaremos menos que o triunfo total! Se há alguém que se acha no direito de estar acima da lei é o próprio Benfica, que continua a permitir a entrada no seu estádio de todos os adereços alusivos às claques No Name Boys e Diabos Vermelhos, dois agrupamentos ilegais, porque nunca efectuaram o registo dos seus elementos, como acontece com todas as outras claques desportivas em Portugal. Para que serve um Governo que faz uma lei e depois não a consegue aplicar? Obviamente para nada.

FC PORTO FOI A MELHOR EQUIPA MUNDIAL DE MARÇO PARA A IFFHS

O FC Porto foi a melhor equipa mundial em Março e é a quarta melhor do último ano, divulgou esta sexta-feira a Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), com sede na Alemanha. Os Dragões são a equipa portuguesa melhor colocada, com grande distância face ao SC Braga, a segunda formação nacional, no
41.º lugar.

No ranking global, os Dragões somam 245 pontos, imediatamente à frente dos brasileiros do Internacional de Porto Alegre, dos ingleses do Manchester United e dos alemães do Bayern de Munique. O Inter de Milão está na frente, com 292 pontos

FHS: F.C. Porto 4º melhor clube do mundo

Dragões ainda atrás de Inter e dos gigantes espanhóis Real e Barça
Por Redacção

O F.C. Porto foi o melhor clube do mundo em Março, de acordo com o ranking divulgado esta sexta-feira pela Federação de História e Estatística do Futebol (IFFHS).

Os dragões ocupam um sensacional quarto lugar da geral, depois do pleno alçançado interna e externamente.

O campeão europeu ainda em título Inter continua na frente.

Ranking anual
1. (1.) Inter (Itália), 4 292,0
2. (2.) Barcelona (Espanha), 4 290,0
3. (3.) Real Madrid (Espanha), 264,0
4. (9.) F.C. Porto (Portugal), 245,0
5. (5.) Internacional Porto Alegre (Brasil), 238,0
6. (6.) Manchester United (Inglaterra), 237,0
7. (4.) Bayern (Alemanha), 236,0
8. (11.) Zenit (Rússia), 230,0
9. (7.) Estudiantes de La Plata (Argentina), 227,0
10. (14.) Villarreal (Espanha), 224,0
41. (66.) Sp. Braga (Portugal), 139,5
42. (36.) Benfica (Portugal), 138,5
63. (50.) Sporting (Portugal), 148,5
167. (181.) Marítimo (Portugal), 93,0

segunda-feira, 28 de março de 2011

F.C. Porto: ganhar na Luz? Só quatro sabem como se faz

Só quatro jogadores do plantel do F.C. Porto já saíram com sorrisos de orelha a orelha do Estádio da Luz. E nenhum deles o fez mais de uma vez. A estatística é simples: do grupo às ordens de André Villas-Boas, apenas Helton, Fucile, Mariano e João Moutinho sabem como é vencer em casa do velho rival.

domingo, 20 de março de 2011

Luz, câmaras, acção

Porto bate Académica (3-1) e valida celebração do título na Luz! Clássico é a 3 de Abril... e vai ferver.

terça-feira, 15 de março de 2011

Torna - te Sócio FC Porto

Um verdadeiro Dragão tem uma marca.
Sócio FC Porto.
A tua marca.
video

À conquista da Europa – FC Porto vs CSKA Moskva

A batalha que veio do frio…
Desembarca numa grande aventura e integra a missão de conquistar a Europa com a tua equipa favorita. A batalha só vai a meio.
Homens, mulheres, combatentes a Nação Portista!
Confiamos no sentido, dever e coragem de todos nós na batalha do Dragão.
Nunca aceitaremos menos que o triunfo total.
À conquista da Europa – FC Porto vs CSKA Moskva (quinta-feira, 17 de Março de 2011, 20h15)

sábado, 5 de março de 2011

Top - 10 Melhores Equipas do Mundo 2011

IFFHS: FC Porto no top-10 das melhores equipas do mundo
Por Redacção

A Federação Internacional de História e Estatística do futebol (IFFHS) revelou «ranking» da melhores equipas no último ano, com o FC Porto a ser a melhor, entre as portuguesas, com o nono lugar. Os italianos do Inter lideram a classificação.

O FC Porto é a nona melhor equipa do mundo, mesmo tendo descido uma posição, em relação ao ano anterior. Depois, surge o Benfica no 36.º lugar, que em virtude de ter sido campeão e realizado uma boa campanha europeia subiu 12 posições.

O Sporting é a terceira melhor equipa portuguesa, tendo mantido o 50.º posto.

Classificação:
1. (1.) Inter (ITA), 304,0
2. (2.) Barcelona (ESP), 301,0
3. (4.) Real Madrid (ESP), 261,0
4. (3.) Bayern (ALE), 260,0
5. (6.) Internacional (BRA), 238,0
6. (9.) Manchester United (ING), 233,0
7. (6.) Estudiantes (ARG), 229,0
8. (5.) Liverpool (ING), 228,0
9. (8.) FC Porto (POR) 219,5
10. (11.) Chelsea (ING), 218
...
36. (48) Benfica (POR), 173
50. (50) Sporting (POR), 160,5
66. (69) SC Braga (POR), 147
181. (175) Marítimo (POR), 91,5
365. (345) Vitória de Guimarães (POR), 62,5